Sobre os Autores

A Green Value surgiu a partir da pesquisa realizada pela Dra. Shoana Humphries e pelo Dr. Thomas Holmes que começou em 2006 no Brasil.  Shoana estava trabalhando em seu doutorado na Universidade da Flórida e Tom como economista pesquisador na Southern Research Station do Serviço Florestal dos Estados Unidos.  Decidiram investigar se os projetos-piloto de manejo florestal comunitário na Amazônia brasileira seriam financeiramente viáveis se o financiamento governamental do projeto ProManejo terminasse e tivessem que continuar de forma autosuficiente.  Em 2007, começaram a trabalhar com dois projetos-piloto e usaram um método de pesquisa participativa, em que, depois de uma breve introdução à análise financeira, a equipe participou da coleta e da análise dos dados financeiros de cada caso.  Os resultados foram publicados em um artigo, e Tom e Shoana decidiram transformar sua metodologia de pesquisa em uma ferramenta ou programa útil para todos.  As planilhas usadas nos projetos-piloto de coleta e análise da informação de custos e renda tornaram-se o ponto de partida para o desenvolvimento da Green Value. Entre 2008 e 2012, Shoana e Tom trabalharam na ampliação das folhas e na elaboração de um Guia do Usuário.  Também testaram os materiais com um grupo de profissionais de manejo florestal comunitário em Brasília, em 2010.  O financiamento da pesquisa e do trabalho inicial com a Green Value veio do Escritório de Programas Internacionais do Serviço Florestal dos Estados Unidos e do Programa Brasileiro da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

Em 2012, o Earth Innovation Institute lançou o projeto Fortalecimento de Empresas Florestais Comunitárias nos Trópicos com financiamento das mesmas agências.  Shoana e Tom continuam a colaborar no desenvolvimento da Green Value, e em 2015 o Escritório Latino-americano da Rede Internacional do Bambu e Ratã (INBAR) contribuiu para criar o Kit do Facilitador.  As organizações parceiras que ajudaram a organizar e realizar as oficinas, bem como as muitas pessoas capacitadas neles, contribuíram enormemente para a Green Value.